Casa de Ayoreo isolados no meio de uma nova estrada. Os índios a abandonaram apenas algumas horas antes, ao ouvirem o som da escavadeira se aproximando.

Casa de Ayoreo isolados no meio de uma nova estrada. Os índios a abandonaram apenas algumas horas antes, ao ouvirem o som da escavadeira se aproximando. © Survival

Barões da carne brasileiros, cujo desmatamento ilegal de terras habitadas por índios isolados no Paraguai foi avistado por satélites, têm sido acusados de desmatamento ilegal.

As acusações ocorreram depois que a Survival International lançou imagens de satélite mostrando 4.000 hectares de desmatamento ilegal em terras pertencentes às empresas pecuárias BBC S.A. e River Plate.

A área no norte do Paraguai é o lar de índios isolados da tribo Ayoreo, que dependem inteiramente da floresta para sua sobrevivência.

Os membros da tribo que foram forçados a sair da floresta nos últimos anos estão lutando para ter direito às suas terras ancestrais, que é o único meio para salvar seus parentes isolados.

Nos últimos anos, imagens de satélite tornaram cada vez mais difícil para fazendeiros derrubarem a floresta de forma despercebida. No entanto, os Ayoreo permanecem sob a ameaça constante da indústria de carne bovina, que já tomou grande parte de suas terras.

O diretor da Survival International, Stephen Corry, disse hoje, ‘Esta é uma notícia fantástica e uma grande mostra do poder da nova tecnologia. A opinião pública mundial está mais consciente da luta dos Ayoreo do que nunca e a situação está mudando. Logo, serão estas empresas que não têm nenhum lugar para se esconder.’