Líder indígena Xukuru-Kariri é assassinado

João Natalício Xukuru-Kariri (centro), líder indígena, foi assassinado

João Natalício Xukuru-Kariri (centro), líder indígena, foi assassinado

© José Hélio Pereira da Silva/CIMI

Um líder indígena Xukuru-Kariri, à frente da luta de seu povo para recuperar sua terra ancestral, foi assassinado em Alagoas.

Informações sugerem que João Natalício Xukuru-Kariri foi esfaqueado até a morte na frente de sua casa. Acredita-se que dois homens tenham matado João, mas suas identidades ainda não foram confirmadas.

Seu João, como era conhecido, estava fortemente envolvido na campanha da tribo Xukuru-Kariri para viver em sua terra ancestral, um direito consagrado na Constituição e no direito internacional.

Outro líder Xukuru-Kariri disse à ONG CIMI: “A região tem um histórico de violência por conta da luta pela terra. Seu João era uma liderança antiga do povo.”

O roubo de terras é o maior problema que os povos indígenas enfrentam. Ao redor do mundo, sociedades industrializadas estão roubando terras indígenas em busca do lucro. Mas, para os povos indígenas, a terra é vida. Ela satisfaz todas suas necessidades materiais e espirituais.

O Congresso Nacional está atualmente debatendo uma proposta de emenda constitucional que enfraqueceria drasticamente os direitos territoriais dos povos indígenas. Caso implementada, tal emenda seria catastrófica para as tribos do país e pioraria ainda mais sua situação.

Tribos ao redor do Brasil estão protestando para manter seus direitos territoriais.

Tribos ao redor do Brasil estão protestando para manter seus direitos territoriais.

© Fabio Nascimento / Mobilização Nacional Indígena

A chave para a prosperidade dos povos indígenas é garantir que suas terras se mantenham sob seu controle. Os Xukuru-Kariri, junto de dezenas de outras tribos e seus aliados, estão pedindo que o projeto seja rejeitado.

O apelo global da Survival contra a proposta, conhecida como “PEC 215,” já gerou mais de 13,000 email enviados em protesto ao Congresso.